Ir para o conteúdo

Itápolis - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Itápolis - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
13
13 JUN 2022
CULTURA, TURISMO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Casa José Fortuna e Polo Guri Itápolis
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
José Fortuna – Ilustre artista itapolitano

Que honra é para Itápolis ter como filho da terra o maior poeta da música sertaneja: José Fortuna. 

Compositor, cantor, escritor, ator e radialista, o ilustre itapolitano José Fortuna nasceu no dia 2 de outubro de 1923, no Bairro da Aldeia.

Filho dos imigrantes italianos, Domingos Fortuna e Antonia Damico Fortuna, José Fortuna casou-se com Durvalina Ferreira, natural de Taquaritinga - que residia na capital - no dia 10 de janeiro de 1953. Dessa união nasceram Marlene e Iara Fortuna.

José Fortuna mudou-se de Itápolis para São Paulo no ano de 1947. Fez dupla sertaneja com o irmão Euclides Fortuna - o Pitangueira - com quem construiu uma linda carreira de 36 anos de sucessos.

Também com o irmão Pitangueira e junto com Zé do Fole, José Fortuna formou o Trio Os Maracanãs. Juntos gravaram mais de 40 LPs.

No ano de 1950, o Trio participou da inauguração do canal 5, hoje Rede Globo.

José Fortuna começa a compor suas músicas em 1942, ainda durante as andanças com o pai pelas lavouras de Itápolis. Sua 1ª música gravada foi ‘A moda das flores’ em 1944.

Em 40 anos de carreira, José Fortuna compôs cerca de 2000 mil músicas, algumas inclusive, com mais de 50 regravações.

Um de seus maiores sucessos foi a versão da canção ‘Índia’, que junto com a música ‘Meu Primeiro Amor’, vendeu mais de 1 milhão de cópias.

Caetano Veloso, Gal Costa e Roberto Carlos gravaram músicas de José Fortuna, que teve canções como tema de novela.

No mundo sertanejo, todos reverenciam José Fortuna e gravaram suas músicas: Chitãozinho e Xororó, Tião Carreiro e Pardinho, Leandro e Leonardo, João Paulo e Daniel, Milionário e José Rico, Tonico e Tinoco, Sérgio Reis, Roberta Miranda e tantos outros.

Entre os grandes sucessos estão as músicas: Lembranças, Paineira velha, Berrante de ouro, Cheiro de relva, Terra tombada, Selo de sangue, Rosto molhado, 24 horas de amor, Esteio de arueira, A mão do tempo, O ipê e o prisioneiro, O vai e vem do vento, Menina da Aldeia e Vai com Deus.

José Fortuna foi também escritor de 42 peças de teatro. Punhal da vingança, Selo de sangue, Voz de criança, A lenda da valsa dos noivos, Crime de amor, Os valentes também amam e Coração de homem, são algumas de suas criações teatrais.

Percorreu todo o Brasil e algumas cidades da América do Sul com sua Cia Teatral Maracanã. Receberam inúmeros prêmios e ficaram conhecidos como os reis do teatro. Era ator de destaque em todas as suas peças teatrais.

Publicou 40 livretos com as letras de suas obras musicais e dezenas de histórias em versos e literatura de cordel.

Depois de 1945 com o encerramento de Cia Teatral, passou a se dedicar mais integralmente às composições musicais.

Época dos grandes festivais da música sertaneja promovidos pela Rede Record, quando ele participa de mais de 20 edições sempre ficando nas primeiras colocações. Nos de 1979, 1980 e 1981, consecutivamente, conquistou o 1º lugar.

Em 1979, a Secretaria do Trabalho do Estado de São Paulo oficializou o Hino do Trabalhador Brasileiro composto por José Fortuna e Carlos Cesar.

Durante a inauguração da capital do país, Brasília, José Fortuna recebeu das mãos do presidente da república Juscelino Kubitschek um cartão de congratulação e mérito por sua composição ‘Sob o céu de Brasília’, canção tida como hino inaugural de Brasília.  

José Fortuna também foi radialista, já que o rádio era uma de suas grandes paixões. Ele apresentou o Programa José Fortuna em todas as principais rádios da capital paulista: Rádio Tupi, Rádio Piratininga, Rádio Gazeta, Rádio Jornal, Rádio Record, Rádio 9 de Julho, Rádio São Paulo, Rádio Globo, Rádio Cometa, Rádio Morada do Sol, Rádio Nacional, Rádio Difusora e muitas outras.

Ao longo de sua vida recebeu muitas honrarias e uma das últimas homenagens foi a inauguração da Avenida José Fortuna em sua cidade natal, Itápolis, apenas, 20 dias antes de seu falecimento. José Fortuna sofria do mal de Chagas, causa de seu passamento no dia 10 de novembro 1983, em sua casa na cidade de São Paulo.

José Fortuna está sepultado no cemitério do Morumbi na capital paulista. 

Deixou inéditas perto de 900 obras musicais, que foram sendo musicadas e gravadas por seus diversos parceiros artísticos, como Paraíso.

Na Praça Jornalista Roberto Del Guércio, Itápolis reverencia José Fortuna, com um busto de bronze, localizado debaixo de uma paineira, árvore lembrada nas canções do nosso poeta.

Para sempre no coração do povo itapolitano, José Fortuna será lembrado!
 
Legislações
• Decreto Legislativo nº. 23, de 5 de abril de 1977, concedeu o Título de “Cidadão Benemérito” ao seu ilustre filho José Fortuna. O merecido título foi entregue no dia 20 de outubro do mesmo ano, por ocasião das festividades do 115º Aniversário da cidade. O evento aconteceu no Ginásio de Esportes “Dultrão”, completamente lotado, para receber o ilustre homenageado.

• Decreto nº. 1.167, de 17 de agosto de 1983, dispõe sobre a substituição de denominação da via pública Avenida Boiadeira, que passou a denominar-se “Avenida José Fortuna”.

• Lei nº. 2.433 de 27/09/2007, dispõe sobre a instituição da Semana “José Fortuna”.

• Lei nº. 2434 de 27/09/2007, dispõe sobre denominação de Escola Municipal como Escola Municipal de Ensino Artístico “Poeta José Fortuna”.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.7 - 04/10/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia