Ir para o conteúdo

Itápolis - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Itápolis - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
17
17 NOV 2022
VACINAÇÃO COVID-19 - IMUNIZAÇÃO GERAL E BABY   
enviar para um amigo
receba notícias
🩺A Secretaria de Saúde de Itápolis iniciou a vacinação da Pfizer Baby para crianças de 6 meses a menores de 3 anos com comorbidades e também o agendamento da Xepa para esta faixa etária, sem comorbidades.

👨‍👨‍👧Pais e responsáveis por crianças de 6 meses a menores de 3 anos, sem comorbidades, que tenham interesse em vacinar seus filhos contra a Covid, devem ligar na Sala de Vacinas do Centro de Saúde (3262-1232) ou do Jardim Redenção (3263-1017) para deixar nome e telefone para contato.

O esquema vacinal da Pfizer Baby inclui 3 doses com os seguintes intervalos⤵️
➡️4 semanas da 1ª para a 2ª dose 
➡️8 semanas da 2ª dose a 3ª dose

💉VACINAÇÃO BABY
📍UBS Dr. Paulo Brasil (Jd. Redenção)
🗓️Segunda-feira
🕧🕧7h às 11h30 e 12h30 às 14h

📍Centro de Saúde 
🗓️Quinta-feira
🕧7h às 12h e 13h às 14h

💉VACINAÇÃO DE 3 ANOS OU MAIS 
🗓️Segunda, Quinta e Sexta
📍Centro de Saúde 🕧 7h às 12h e 13h às 14h
📍UBS DR. Paulo Brasil (Jd. Redenção) 🕧 7h às 11h30 e 12h30 às 14h

💉VACINAÇÃO 12 ANOS OU MAIS 
📍UBS Jacy Tucci (Vila Santos) 🕧 7h às 12h e 13h às 14h

💉VACINAÇÃO COVID NOS DISTRITOS  (Todas as faixa etárias)
📍UBS de Tapinas e Nova América 📝 Agendar Vacinação na Unidade de Saúde

PRAZOS DAS DOSES POR IDADE:
CRIANÇAS DE 6 MESES A MENORES DE 3 ANOS 
➡️ Pfizer Baby ➡️ 3 doses ➡️4 semanas da 1ª para a 2ª dose ➡️8 semanas da 2ª dose a 3ª dose

CRIANÇAS DE 3 E 4 ANOS
➡️ Coronavac ➡️ 2 doses ➡️ intervalo de 28 dias.

CRIANÇAS DE 5 A 11 ANOS
 ➡️ Coronavac ➡️ 28 dias após a 1ª dose
 ➡️ Pfizer Pediátrica ➡️ 56 dias após a 1ª dose

ADOLESCENTES DE 12 ANOS A 17 ANOS 

 💉1ª Dose
➡️12 anos ou mais (Até 17 anos acompanhados de responsável)
💉2ª Dose
➡️Coronavac ➡️ 28 dias após a 1ª dose
➡️ Pfizer ➡️ 56 dias após a 1ª dose (12 a 17 anos) 
💉3ª Dose 
➡️ 4 meses (122 dias)  após a 2 ª dose
  Imunossuprimidos graves - 56 dias após a 2ª dose
💉4ª Dose
 ➡️ 
Imunossuprimidos graves - 4 meses (122 dias)  após a 3 ª dose 

18 ANOS OU MAIS
💉2ª Dose
➡️Coronavac ➡️ 28 dias após a 1ª dose
➡️ Pfizer
➡️ 56 dias após a 1ª dose (12 a 17 anos) 
➡️ 21 dias após a 1ª dose (18 anos ou mais)
➡️ Astrazeneca ➡️ 56 dias após a 1ª dose

💉 Doses Adicionais
➡️Janssen ➡️ 1ª dose adicional 2 meses (60 dias) após a Dose Única / Janssen. Aplicar 2ª dose adicional após 4 meses (122 dias) da 1ª dose adicional, e se for maior de 40 anos, aplicar a 3ª dose adicional 4 meses (122 dias) após a 2ª dose adicional.

💉3ª Dose  
➡️População em geral (a partir de 18 anos) ➡️ ​4 meses (122 dias) após a 2ª dose. 
  - Imunossuprimidos Graves (a partir de 18 anos)   28 dias após a 2ª dose. 
 
💉4ª Dose
- População em geral maior de 40 anos - 4 meses (122 dias) após a 3ª dose. 
- Imunossuprimidos Graves (18 anos ou mais)  4 meses (122 dias) após a 3ª dose.
 
  5ª Dose
- Imunossuprimidos Graves (18 anos ou mais) ️ 4 meses (122 dias) após a 4ª dose.

**Não ter passado Covid nos últimos 30 dias**

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA:
ATENÇÃO: Faça o pré-cadastro no site www.vacinaja.sp.gov.br. É obrigatório para receber a 1ª dose!
Documentação 1ª Dose
✅CPF 
✅RG OU Certidão de Nascimento
✅Cartão SUS
✅Comprovante de residência 
Documentação 2ª Dose
✅Cartão de Vacinação Covid
✅CPF

*Quem são os Imunossuprimidos* 
As pessoas que tenham alto grau de imunossupressão devem apresentar encaminhamento médico confirmando o diganóstico da doença e autorizando a vacinação. Segundo o Ministério da Saúde a lista prioritária de imunossuprimidos é a seguinte⤵️
✔ Imunodeficiência primária grave
✔️ Quimioterapia para câncer (somente pessoas que no MOMENTO estejam fazendo QUIMIOTERAPIA)
✔ Transplantados de órgão sólido ou de células hematopoieticas SOMENTE EM USO DE DROGAS IMUNOSSUPRESSORAS
✔️ Pessoas com HIV/AIDS
✔️ Pacientes em hemodiálise
✔️ Pessoas em uso de drogas modificadoras da resposta imune
✔️ Pacientes com doenças autoimunes inflamatórias crônicas
Os critérios de comprovação para imunossiprimidos são:

⚠️É OBRIGATÓRIO apresentar👇
▶️Receitas que indiquem a doença ou deficiência OU Exames OU Relatório Médico OU Prescrição Médica. Levar o cartão de Vacinação Covid.

▶️FORMULÁRIO PADRÃO da Secretaria de Saúde para casos de Comorbidades (Clique aqui para fazer o download do formulário) preenchido, assinado e carimbado pelo médico.

Comorbidades 
➡️Relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde⤵️

GRUPO DE COMORBIDADES

DESCRIÇÃO

Diabetes mellitus

Qualquer indivíduo com diabetes

Pneumopatias crônicas graves

Indivíduos com pneumopatias graves incluindo doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave (uso recorrente de corticoides sistêmicos, internação prévia por crise asmática).

Hipertensão Arterial Resistente (HAR)

HAR= Quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de três ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada adesão ou PA controlada em uso de quatro ou mais fármacos anti-hipertensivos

Hipertensão arterial estágio 3

PA sistólica ≥180mmHg e/ou diastólica ≥110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade

Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade

PA sistólica entre 140 e 179mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade

 

DOENÇAS CARDIOVASCULARES

Insuficiência cardíaca (IC)

IC com fração de ejeção reduzida, intermediária ou preservada; em estágios B, C ou D, independente de classe funcional da New York Heart Association

Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar

Cor-pulmonale crônico, hipertensão pulmonar primária ou secundária

Cardiopatia hipertensiva

Cardiopatia hipertensiva (hipertrofia ventricular esquerda ou dilatação, sobrecarga atrial e ventricular, disfunção diastólica e/ou sistólica, lesões em outros órgãos-alvo)

Síndromes coronarianas

Síndromes coronarianas crônicas (Angina Pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós Infarto Agudo do Miocárdio, outras)

Valvopatias

Lesões valvares com repercussão hemodinâmica ou sintomática ou com comprometimento miocárdico (estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide, e outras)

Miocardiopatias e Pericardiopatias

Miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática

Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas

arteriovenosas

Aneurismas, dissecções, hematomas da aorta e demais grandes vasos

Arritmias cardíacas

Arritmias cardíacas com importância clínica e/ou cardiopatia associada (fibrilação e flutter atriais; e outras)

Cardiopatias congênita no adulto

Cardiopatias congênitas com repercussão hemodinâmica, crises hipoxêmicas; insuficiência cardíaca; arritmias; comprometimento miocárdico.

 Próteses valvares e Dispositivos cardíacos Implantados

Portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardio desfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência)

Doença cerebrovascular

Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular

Doença renal crônica

Doença renal crónica estágio 3 ou mais (taxa de filtração glomerular < 60 ml/min/1,73 m2) e/ou síndrome nefrótica.

Imunossuprimidos / Transplantados

Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; neoplasias hematológicas.

Hemoglobinopatias graves

Doença falciforme e talassemia maior

Obesidade mórbida

Índice de massa corpórea (IMC) ≥ 40

Síndrome de down

Trissomia do cromossomo 21

Cirrose hepática

Cirrose hepática Child-Pugh A, B ou C

 

Acompanhe o Vacinômetro da COVID-19 em Itápolis https://www.itapolis.sp.gov.br/vacinometro/


Fonte: Prefeitura de Itápolis



Fonte: Prefeitura de Itápolis
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia