Ir para o conteúdo

Itápolis - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Itápolis - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Galeria de Fotos

VAMOS REFORÇAR A LUTA CONTRA A DENGUE EM ITÁPOLIS!

Itápolis registrou até 06/04/2021: 24 casos de dengue confirmados, sendo:

11 - Distrito de Tapinas

9 - Jardim Campestre

1 - Jardim Alto da Bela Vista

1 - Jardim Veneza

1 - Vila Santos

1 - Jardim do Sol

A equipe do Controle de Vetores está trabalhando nas residências e empresas da cidade e dos distritos, com o bloqueio de cridouros, vistoriando os focos do mosquito Aedes aegypti e orientando à população, e com a nebulização costal, aplicando o inseticida enviado pela SUCEN nos imóveis, objetivando eliminar os mosquitos adultos. 

Os agentes de combate às endemias relatam que encontram muitas larvas do mosquito em bebedouros de animais e lonas plásticas. Preste atenção em todos os recipientes que possam acumular água e se tornar um foco da dengue. 

 "O enfrentamento à COVID-19 é uma realidade, mas a atenção com a dengue precisa continuar. Não podemos esquecer que é necessário aplicar as medidas preventivas para as duas doenças", lembra a secretária de Saúde Regina Garcia Próspero.

Receba os agentes de combate às endemias para verificar se há focos do mosquito Aedes aegypti em seu quintal. Caso o proprietário não esteja em casa, mas tenha outros familiares ou funcionários no local, avise-os para permitirem a entrada da equipe da prefeitura, que estará identificada com uniforme e crachá. Qualquer dúvida entre em contato com o Controle de Vetores 3262-4118. Colabore!

Prefeitura e Você: vamos juntos vencer a luta contra dengue❗

▶️COMBATENDO O AEDES AEGYPTI NO DIA A DIA:

✔Mantenha caixas d’água bem fechadas
✔Remova galhos e folhas de calhas
✔Mantenha garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo
✔Acondicione pneus em locais cobertos ou leve até o Ecoponto
✔Não deixe brinquedos pelo quintal, para não acumular água
✔Verifique as vasilhas de comida e água dos animais
✔Verifique ralos de áreas menos utilizadas
✔Confira o reservatório de água da geladeira
✔Preencha pratinhos de vasos com areia até a borda ou lave-os uma vez por semana
✔Não deixar água acumulada sobre a laje
✔Lave, semanalmente, com água e sabão tanques utilizados para armazenar água
✔Coloque o lixo em sacos plásticos, dentro de lixeiras fechadas
✔Feche bem os sacos de lixo e não deixe ao alcance de animais
✔Não deixe água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas
✔Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente
✔Limpe a bandeja do ar condicionado
✔Lonas usadas para cobrir materiais de construção, devem estar sempre bem esticadas para não acumular água
✔Faça sempre manutenção na piscina

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA DENGUE?
- Febre alta maior que 38.5ºC
- Dores musculares intensas
- Dor ao movimentar os olhos
- Mal estar
- Falta de apetite
- Dor de cabeça
- Manchas vermelhas no corpo
- Vômitos persistentes
- Aumento progressivo do hematócrito
- Queda abrupta das plaquetas
- Sangramento de mucosa ou outra hemorragia 

No entanto, a infecção por dengue pode ser assintomática (sem sintomas), leve ou grave; neste último caso pode levar até a morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns e, em alguns casos, também apresenta manchas vermelhas na pele. Na fase febril inicial da dengue, pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes e sangramento de mucosas. Ao apresentar os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados.

REGISTRO DE CASOS DE DENGUE
Não se esqueça de comunicar uma UBS (Unidade Básica de Saúde) se tiver a confirmação de que está com dengue, mesmo que tenha passado por atendimento particular ou no Pronto Socorro, porque com base nestes registros é que o Controle de Vetores planeja sua rotina de trabalho pelos bairros da cidade.

REPELENTE NATURAL CONTRA O AEDES AEGYPTI
Um excelente repelente caseiro contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela urbana é o de cravo-da-índia, podendo ser usado por adolescentes e adultos, incluindo mulheres grávidas. Muito utilizado por pescadores, o cravo da índia é rico em óleo essencial e eugenol, uma propriedade inseticida que afasta mosquitos, moscas e formigas. Veja a receita:
• 500 ml de álcool de cereais;
• 10 g de cravo-da-índia; 
• 100 ml de óleo de amêndoas, mineral ou outro qualquer.
Coloque o álcool e o cravo da índia num frasco escuro com tampa ao abrigo da luz por 4 dias. Mexa esta mistura 2 vezes por dia, de manha e à noite. Coe e junte o óleo corporal, agitando ligeiramente. Coloque o repelente num recipiente spray e aplique na pele diariamente.
Como usar o repelente caseiro:
Pulverize o repelente caseiro em toda região do corpo exposta ao mosquito, como braços, rosto e pernas. Reaplique o repelente sempre que praticar esporte, suar, ou molhar-se. O tempo de duração do repelente na pele é de 3 horas, após este período deve ser reaplicado em toda área da pele sujeita a picadas.
Outra orientação importante é pulverizar este repelente também por cima das roupas, porque o ferrão do mosquito pode atravessar tecidos muito finos, chegando à pele.

Fonte: Prefeitura de Itápolis

 
Seta
Versão do Sistema: 2.10.4 - 01/04/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia