Você já pensou no transtorno em ter uma casa e não conseguir garantir que é sua, devido à falta da escritura do imóvel?
Esta era a situação vivenciada há 26 anos pela família de Orivaldo de Assis, morador do Jardim Progresso, em Tapinas. “Mudei em 3 de maço de 1993, desde então eu e minha família lutamos para quitar as prestações e ficamos esperando para conseguir a escritura. Estou muito feliz, porque, agora, tenho uma garantia”, contou Orivaldo.

Itapolitanos que possuem imóveis da CDHU no Jardim 2000 e Jardim Esperança também puderam legalizar a situação de seus imóveis, nesta terça-feira (6/8).

A Prefeitura de Itápolis, por meio da Secretaria de Habitação, em parceria com a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) desenvolve no município o Programa de Incentivo à Regularização, oferecendo auxílio aos mutuários para cumprirem os requisitos, objetivando a obtenção da escritura definitiva.

O secretário de Habitação do município explica que os processos de alguns mutuários que estão em fase final, sofreram um atrasado no trâmite por parte da CDHU São Paulo. “Estamos em contato constante com a companhia para que a questão seja resolvida nestas situações pontuais”, detalhou o secretário.

Outra ação, na qual a Administração Municipal vem trabalhando, é para dar sequência à implantação dos empreendimentos habitacionais de Tapinas e Nova América, que possibilitará a construção de novas casas nos distritos.

Imprensa Prefeitura de Itápolis