Você sabia que mais de 600 famílias itapolitanas estão sendo beneficiadas pelo convênio firmado pela Prefeitura de Itápolis com a Secretaria Estadual de Habitação, por meio do Programa Cidade Legal? Proprietários de imóveis há mais de 20 anos, finalmente, poderão ter a garantia da escritura definitiva. Este programa do governo estadual auxilia os municípios paulistas na regularização dos núcleos habitacionais implantados em desconformidade com a lei.

Você já pensou batalhar para conquistar a casa própria, quitar o pagamento de todas as parcelas de um financiamento e não obter a escritura? Foi essa a realidade vivencia pela moradora do Jardim 2000, Sandra Alice Martins. Residindo há 27 anos no bairro e há 10 anos já tendo quitado as prestações da CDHU, ela aguardava o momento no qual saberia que a residência era sua de fato!

Desde o ano passado, a Prefeitura de Itápolis vem realizando um trabalho de orientação aos mutuários da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) para regularizar seus imóveis. Na manhã desta quarta-feira (25), mais famílias itapolitanas do Jardim 2000, Esperança I e II e Jardim Progresso de Tapinas puderam obter a tão esperada escritura definitiva da casa própria. Este trabalho é resultado de uma parceria da Prefeitura de Itápolis com a CDHU e o Governo Estadual.

Em setembro de 2017 a Prefeitura de Itápolis, por meio da Secretaria de Habitação iniciou um trabalho de orientação aos moradores do Jardim Alvorada, localizado no distrito de Tapinas, para que pudessem ter a escritura definitiva do seu imóvel. Apesar do empreendimento existir há 18 anos, sua regularização junto ao Cartório de Registro de Imóveis ocorreu somente no ano passado, por meio do convênio firmado pelo poder público municipal com a Secretaria Estadual de Habitação, denominado “Programa Cidade Legal”.