• Muitos jovens itapolitanos, apesar de residirem em um município essencialmente agrícola, não conhecem o potencial da cidade relacionado à produção rural. Na última semana, os alunos da EMEF “Profº José Toledo de Mendonça” e de outras escolas da cidade, puderam se aproximar desta realidade conhecendo o cultivo de soja durante a realização da Exposoja, evento realizado por uma empresa que comercializa produtos agrícolas na cidade e no estado.

Alguns filhos e netos de produtores e funcionários da área rural já se identificaram com o espaço experimental, onde diferentes variedades da leguminosa estavam plantadas. Outros estudantes puderam conhecer mais sobre a soja e as tecnologias utilizadas em sua produção, que é cultivada em cerca de 6 mil hectares de Itápolis.

Segundo estimativas do IBGE, em 2020 o Brasil pode se tornar o maior produtor de soja do mundo, devido ao aumento de 6,7% na produção nacional e Itápolis acompanha esse crescimento do cultivo da leguminosa.

A aula extraclasse e a céu aberto estimulou nos adolescentes a curiosidade pela produção rural, inclusive, alguns expressaram o interesse em fazer cursos relacionados à produção agrícola.

Imprensa Prefeitura de Itápolis