A Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário orienta os pecuaristas do município sobre o término do prazo de vacinação, nesta sexta-feira (29/11) em bovinos e bubalinos de até 24 meses, contra a febre aftosa. Esta é a segunda fase da campanha.

O Brasil é classificado pela Organização Mundial da Saúde Animal como ‘livre da febre aftosa com vacinação’. “Está é uma condição importante para exportação e também para a atividade agrícola do nosso município”, ponderou o secretário da pasta.

A febre aftosa é uma doença infecciosa aguda que causa febre, seguida do aparecimento de vesículas (aftas), principalmente na boca e nos pés de animais de casco fendido. A doença é causada por um vírus que se manifesta de sete tipos diferentes e que pode se espalhar rapidamente.

Imprensa Prefeitura de Itápolis