De 18 a 22 de julho Itápolis demonstrará seu potencial agrícola na produção de pimentão e outras culturas na 2ª Semana do Hortifruti e 3ª Festa do Pimentão, que serão realizadas no Bairro das Antas. A festa, inclusive, tem renda revertida para APAE e Santa Casa.

Na quarta-feira (18/7) acontecesse a abertura às 18h30 e na sequência haverá a palestra sobre produção de Lima Ácida Thaiti. Na quinta-feira (19/7) ocorre o Dia de Campo de cultivo de pimentão em ambiente protegido. Na sexta-feira (20/7) o tema debatido será o controle de pragas, tripes, pulgão, ácaro rajado e mosca branca, com ênfase nas culturas do pimentão, melancia e tomate, além da implantação de manejo da cultura do abacate. As atividades da Semana do Hortifurti são gratuitas.

No dia 22 de julho o pimentão integra um cardápio variado e delicioso na terceira edição da Festa do Pimentão, que contará com apresentação musical do Grupo Folklorístico Italiano Stella Bianca. Informações e venda de ingresso para Festa do Pimentão: Casas da Agricultura, pelo telefone 3262-1440.

Crescimento do cultivo de pimentão em Itápolis

A produção de pimentão em Itápolis vem crescendo, e com isso, impulsionando a economia local e diversificando a produção agrícola do município. Em 2017, a Casa da Agricultura registrou um aumento da área plantada em 20%, quando foram colhidas cerca de 250 mil caixas de pimentão.

A semente lançada inicialmente pela Casa da Agricultura de Itápolis e CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) germinou fazendo surgir novos adeptos ao plantio do pimentão no município, que enxergaram uma oportunidade para diversificar a produção em suas terras.

A Prefeitura Municipal - por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário - e o Sindicato Rural sempre estão presentes nesse processo de crescimento da plantação de pimentão, apoiando tecnicamente os produtores rurais. Ainda no ano passado a Festa do Pimentão – Semana do Hortifruti, passou a compor oficialmente no Calendário Oficial do Município, através da Lei 3.337 de 11 de setembro de 2017, sancionada pelo prefeito.

“Temos unido forças em benefício desse e de outros tipos de produção rural, porque acreditamos que a diversificação é importante para o equilíbrio financeiro do município e possibilita ao agricultor intercalar os investimentos e ganhos ao contar com diferentes fontes de renda quando se tem uma produção variada”, disse o secretário de Desenvolvimento Agropecuário.

Imprensa Prefeitura de Itápolis