Dinorath do Valle

Dinorath nasceu em Itápolis, cidade fundada pelo seu tataravô, mas apesar da origem pioneira sempre viveu em São José do Rio Preto, no início em bairros distantes, casas com poço e um só bico de luz. Estudou, casou e teve três filhos.

Sua primeira crônica foi publicada quando tinha apenas 16 anos. Suas crônicas na Rádio Independência(cerca de seis anos) atraíram centenas de cartas de pessoas humildes; às vezes a entendiam, outras vezes não.

Ganhou muitos prêmios e citações: duas vezes do Paraná, uma do Walmap, uma do Governador do Estado de São Paulo, uma de Goiás, além de artigos em revistas como Planeta, Ficção e Cláudia.

   

Dias Verdes

O Vestido Amarelo